Exposição sobre vida de Cartola é destaque em SP

Publicado por Victor Hugo em 11/10/2016 01:07

cartola_por_cynthia_brito

A vida e obra de Cartola são temas de uma exposição no Itaú Cultural, na cidade de São Paulo. Se estivesse vivo, o cantor e compositor de clássicos como “Preciso me encontrar” e “O mundo é um moinho” completaria 108 anos nesta terça-feira (11). Cartola também foi um dos responsáveis pela fundação da escola de samba Estação Primeira de Mangueira.

A Ocupação Cartola revê os momentos mais importantes da carreira do artista por meio de fotos e vídeos da família e poemas inéditos – sendo que alguns serão distribuídos para o público em um pequeno livro. Parte do conteúdo é do acervo original do cantor.

Os ambientes da mostra simulam lugares marcantes na história de Cartola, como o jardim do cantor no morro da Mangueira e o Zicartola, bar que o cantor mantinha com sua esposa, Dona Zica. A curadoria da exposição foi feita em parceria entre o Itaú Cultural e a cantora Fabiana Cozza.

A Ocupação Cartola permanece no Itaú Cultural até 13 de novembro. O espaço fica na Avenida Paulista, 149, próximo à estação Brigadeiro do metrô. A exposição pode ser visitada entre terça e sexta, das 9h às 20h, com permanência até às 20h30. Aos sábados, domingos e feriados, o funcionamento é das 11h às 20h. Entrada franca.

Musical

A cidade também recebe um musical sobre a vida do cantor para, não apenas homenageá-lo, mas também comemorar os cem anos de samba no Brasil. Em 1916, Donga registrava “Pelo telefone”, a primeira canção que seria apresentada como uma música do gênero. Para aumentar a homenagem a Cartola, a obra conta com um samba enredo original composto por Arlindo Cruz.

A peça ocorre às sextas, sábados, domingos e segundas no Teatro Sérgio Cardoso, localizado na Rua Rui Barbosa, 153, na Bela Vista. Para mais informações, visite o site oficial do evento.